sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Para meu rei pintor.




Não consigo imaginar meu mundo sem você...

Só agora percebo a falta que você me fez...

Porque é o seu sorriso que faz meu coração rir as gargalhadas sem nenhuma cerimônia .

É as tuas descobertas que me faz de novo criança,
curiosa.
Sensível a tudo que encontras nas tuas explorações sensoriais
buscando saber qual o sentido que estais dando a cada objeto que tocas, cheira, observa...
É lindo te ver assim se posicionando neste novo mundo em que te encontras.
Observando tudo atentamente,
silenciosamente...
Quando, inesperadamente me convidas a dividir comigo os teus achados,
me sinto feliz pois sei que já me incluistes como parte desta pintura linda que será tua vida.
E,
sei que nesta tela permanecerei,
mesmo depois que me for...
pois a tinta que usas é a tinta do amor.


Para você Rafael que inundou meus dias de sentimentos e sensibilidades
a muito esquecidos.
Acredito, por experiência própria, que, quando brincamos com nossos netos
nos tornamos a mesma criança que erámos anteriormente.
Só assim consigo explicar o meu comportamento...

4 comentários:

RaSena disse...

olá, Gladys!
lindo, eu também acredito nisso.
bom final de semana!
bjkinhas

Sanclé disse...

Tu heim.... birrenta

Mari disse...

Oi! Vi aqui responder seu recado e vi as fotos da mãe-menininha lá embaixo... olha: 17 é cedo mesmo, muito. Mas a julgar pelo sorrisão dela na foto, Davi vai ter uma mãe incrível!
Muita saúde pros dois!
beijo

POPI by Paula disse...

Q lindooooo amiga,
lindooo.
bjus, Paula